Visto E2 – Tratado de Investimento!

O Tratado para Investidores E2 é baseado em tratados que foram criados para melhorar a interação econômica e comercial entre os Estados Unidos e o país que possui o Tratado.

Muitos países têm esses tratados com os Estados Unidos. Se o seu país de origem tem um Tratado de E2 com os Estados Unidos, qualquer pessoa ou empresa que possua a nacionalidade do país que possui o Tratado e pretende desenvolver, investir e dirigir as operações de uma empresa nos Estados Unidos pode se inscrever para um visto E2.

Visto E2 é um visto qualificado como não imigrante. Ele fornece autorização para que o portador e sua família residam nos Estados Unidos e permite que o portador e seu cônjuge obtenham autorização de trabalho nos Estados Unidos por um período temporário.

Esse período temporário geralmente é concedido entre 2 e 5 anos inicialmente. Sujeito à capacidade financeira e impacto econômico do seu negócio nos Estados Unidos.

Pode ser renovado por um período de 3 a 5 anos, por tempo indeterminado, não há limite para o número de renovações que um visto E2 possa ter.

O que é o visto E2?

O visto E-2 é um visto americano para investidores que permite o empreendedores cujos países fazem parte da lista de países do Tratado de Comércio com os Estados Unidos à entrar no país para realizar investimentos, estabelecendo um negócio.

O Brasil atualmente não faz parte da lista, no entanto, muitos países europeus fazem, portanto Brasileiros que têm dupla cidadania podem qualificar para o Visto E-2.

O investimento inicial deve ser comprovadamente uma proporção ignificativa do investimento total, ou seja, mais da metade do valor total da empresa, se for um novo negócio.

Estados Unidos

Quem se qualifica para o visto E-2?

Cidadãos de um país que faça parte do Tratado de Comércio com os Estados Unidos. O Brasil não faz parte do tratado, no entanto, países como Itália, Japão, Alemanha, Polônia e outros, cujos nacionais contribuíram para povoar nosso país, estão na lista.

Como existem muitos Brasileiros que são segunda ou terceira geração de cidadãos europeus, esses podem adquirir a cidadania Européia e aplicar para o Visto E-2 como europeus. Infelizmente Portugal não faz parte do tratado.

Pessoas numa posição de supervisão ou executiva em sua companhia, ou que envolva habilidades indispensáveis para funcionamento do negócio, ou ser dono de mais de 50% da empresa.

Cidadãos de um país do Tratado de Comércio que sejam donos de 50% das ações de uma empresa ‘bona fide’ estabelecida nos Estados Unidos.
Ou seja, a empresa deve ser real, ativa e que produza bens e serviços.

O investimento não pode ser em terras e um investidor que possua ações mas não tem intenção de dirigir a empresa não pode obter o visto E-2.

Pessoas que estão investindo, ou cuja empresa está investido quantidade substancial de capital de risco em uma empresa dos Estados Unidos.
Pessoas cujo negócio, após aberto nos Estados Unidos, irá realizar trocas comerciais ou de serviço com seu país de origem.

E para facilitar todo este processo Diego Sampaio criou um curso chamado de visto E-2, é um dos caminhos que empresários e suas famílias têm encontrado para viver legalmente nos Estados Unidos.

Embora só possa ser conquistado por cidadãos de países contidos no Tratado de Comércio e o Brasil não esteja na lista, muitos Brasileiros com dupla cidadania, como a Italiana, Espanhola, Alemã e Polonesa podem qualificar-se para esse visto.

Se você pode conversar com centenas de famílias que imigraram aos EUA utilizando o visto E2, certamente escutará que se eles tivessem melhores informações no momento da tomada de decisão, teriam economizado muito tempo e dezenas ou centenas de milhares de dólares.

Este curso foi criado para te mostrar o caminho e como economizar tempo e dinheiro e realizar seu sonho de morar nos Estados Unidos através do Visto E-2.

Quem é Diego Sampaio, o facilitador deste curso?
Em busca de novos desafios nos negócios e de uma maior segurança para criar nossa filhas, após anos de planejamento em 2014 eu e minha família decidimos mudar para os Estados Unidos e foi o através do visto E-2 que conseguimos realizar este sonho. Mas o processo não foi tão fácil quanto parece…

Hoje como investidor do maior portal de contúdo de empresários estrangeiros nos EUA, o You S/A, e como sócio da Company Combo tenho contato com milhares de empresários brasileiros que, assim como você, possuem uma dupla cidadania e desejam investir e mudar para os EUA.

E é para que você tenha informações corretas e possa tomar suas decisões de forma assertiva, economizando muito tempo e dinheiro, que desenvolvemos este curso.

visto- E2